A disfunção erétil é a impossibilidade de um homem conseguir ou manter uma erecção satisfatória e suficientemente longa para uma relação sexual. A disfunção erétil pode afectar homens de todas idades a qualquer altura e pode ser experienciado por todos os homens, independentemente das suas preferências sexuais, estando solteiro ou comprometido. Apesar da disfunção erétil ser um grande problema para os homens, ela tem solução e tratamentos. Com os tratamentos disponíveis a 98% dos casos de disfunção erétil são tratáveis.

Em termos médicos existem dois tipos de disfunção erétil, a primária e a secundária. A disfunção erétil primária é a menos comum e acontece em cerca de 10% dos homens com disfunção erétil. A disfunção erétil primária é aquela que acontece nos homens que nunca conseguiram ter ou suster uma erecção para poder ter relações sexuais. A disfunção erétil secundária é a qual com que a maioria dos homens sofrem, antes eram capazes de ter relações mas agora é que tem problemas de erecção.

Quando os homens envelhecem, a possibilidade de um homem ter alguns problemas de erecção vai aumentando. Isto pode ocorrer devido a variadas razões, desde condições médicas crónicas, doenças ou lesões.
Além disso, à medida que os homens envelhecem precisam de mais estimulo sexual para ter uma erecção do que quando eram mais jovens. Este efeito natural do envelhecimento não pode ser confundido com uma diminuição de atracão sexual, desinteresse sexual ou disfunção erétil.

A disfunção erétil tem muitas opções de tratamento, sendo que a maioria das causas de disfunção erétil não temporária são de natureza física. Podem ser devido a doenças, lesões ou efeitos secundários de medicamentos; tudo o que pode causar um desequilíbrio ou interferência nos impulsos nervosos do cérebro até à área em redor do pénis ou nos receptores de impulsos dos músculos pode ser uma causa par a disfunção. Como as causas são normalmente de natureza física é possivel haver tratamentos da disfunção erétil.

Estas causas físicas afectam a capacidade de manter ou iniciar a circulação sanguínea para o pénis. Além disso os danos aos receptores de impulsos do pénis podem também ser um factor. As doenças como a diabetes, doenças nos rins, esclerose múltipla, doenças vasculares, alcoolismo crónico e outras doenças de foro neurológico são as causadoras de mais de 70% dos casos de disfunção erétil.

Cerca de 10% dos homens que tem problemas de erecção tem uma causa psicológica. As causas psicológicas que podem levar à disfunção erétil incluem a ansiedade, sentimentos de culpa ou a depressão. Os problemas de ansiedade de bom desempenho afectam negativamente e contribuem para um problema de disfunção erétil mais grave e mais difícil de tratar.

Existe uma grande variedade de tratamentos da disfunção erétil, desde medicamentos orais, injecções penianas e implantes penianos.

Os medicamentos orais são o Viagra, Cialis e Levitra. Estes medicamentos trabalham directamente na expansão das artérias e fazem com que haja mais circulação apara o pénis. Este aumento de circulação sanguínea vai causar uma erecção aquando do estimulo sexual.

As injecções penianas são para o paciente ou o seu parceiro injectar um relaxante muscular forte na base do pénis. Esta injecção faz com que o músculo fique relaxado e a circulação do sangue aumentar.

Os implantes penianos são intervenções cirúrgicas irreversíveis, existem vários tipos de implantes mas os mais comuns são os insufláveis. Os modelos insufláveis são implantados no pénis com um reservatório salino e uma bomba ou no abdómen ou no escroto. Quando insuflado pela bomba, o liquido do reservatório vai para os balões insufláveis, criando uma erecção.

Estes são todos os tipos de tratamentos da disfunção erétil, os mais fáceis e baratos acabam por ser os medicamentos orais, Viagra, Cialis e Levitra, que podem ser encomendados pela internet, pode ver a nossa página de farmácias recomendadas.

No Comments »

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

Copyright © 2003-2009 Como tratar a disfunção erétil

-->