As três causas principais da impotência masculina ou disfunção erétil são estas: causas físicas, causas psicológicas e estilo de vida.

Existe muita confusão e informação contraditória e falsa sobre as causas da impotência masculina. As causas da impotência e da disfunção erétil tem sempre a ver com fatores físicos, psicológicos e factores do estilo de vida. A impotência masculina causa um sentimento de frustração, ansiedade e falta de confiança nos homens. Muitos homens acreditam que a impotência masculina é uma reflexão das suas habilidades sexuais e da sua virilidade e estes sentimentos levam à perda de auto estima e à depressão.

Por estas razões é assumido por muitas pessoas que os factores psicológicos levam à impotência. A impotência psicológica está muitas vezes relacionada a uma disfunção erétil de ordem física. Isto ocorre em mais de 80% dos casos, apesar de muitos homens terem o comportamento de por as culpas no fator psicológico. A disfunção erétil é comum apesar de ser difícil de admitir para um homem orgulhoso.

A impotência masculina (ou disfunção erétil) é definida como a inabilidade de atingir ou manter uma ereção suficiente para ter relações sexuais, e inclui a inabilidade de conseguir uma ereção depois do estímulo sexual e a perda de ereção antes de chegar à ejaculação. Ler mais…

previnir a disfunção erétil, prevenção disfunção erétil, disfuncao eretil, disfunção erétil, impotencia masculina, impotencia psicologica

A disfunção erétil ou a impotência masculina são problemas possíveis de diminuir e evitar através do estilo de vida correto e saudável. Agora vamos dar umas dicas sobre a prevenção da impotência masculina.

As principais formas de previnir a disfunção erétil ou a impotência masculina são através de mudanças no estilo de vida, na dieta e na alimentação, fazendo exercício físico e exercícios kegel. Vamos então aprofundar cada ponto. Ler mais…

Existe muita informação sobre a disfunção erétil na internet, revistas, programas de televisão e outros meios informativos que falam sobre a disfunção erétil. Apesar destes meios de comunicação falarem sobre o assunto é difícil encontrar toda a informação condensada e organizada. Aqui estão as perguntas mais frequentes e as suas respostas.

Espero que tenha a resposta para todas as perguntas que tem acerca da disfunção erétil e impotência masculina.

O que é a disfunção erétil ou impotência masculina?

A disfunção erétil acontece quando um homem tem uma dificuldade consistente em conseguir ou aguentar uma erecção suficiente para ter relações sexuais. Muitos homens passam por problemas ocasionais ou temporários, mas isso não quer dizer que têm disfunção erétil. Para um diagnóstico da disfunção erétil, o problema da falta de erecção tem de ser frequente e regular.

A disfunção erétil é comum?

Existem estudos que indicam que mais de 152 milhões de homens em todo o mundo, onde mais de 50 milhões estão nos Estados Unidos, sofrem de algum tipo de disfunção erétil. Também é reportado que menos de 10% destes homens procuram um tratamento para os seus problemas de erecção.

Como posso saber se tenho disfunção erétil?

Uma consulta com o seu médico é a única maneira de realmente saber se tem disfunção erétil. O seu médico vai analisar todo o seu historial médico e fazer um exame físico para saber ao certo se não sobre de outra doença ou condição que podem afectar a sua capacidade de atingir uma erecção.

Os problemas de erecção não são uma parte normal do processo de envelhecimento?

Existem mudanças normais que ocorrem nos homens à medida que envelhecem, incluindo demorar mais tempo para ter uma erecção, erecções essas que não são tão fortes com antes e também é possível não conseguir chegar ao clímax. Estes problemas não devem ser confundidos com a disfunção erétil, pois ela não faz parte do processo de envelhecimento. Se não tem a certeza, deve falar com o seu médico sobre a sua situação.

A disfunção erétil tem cura?

Apesar de ser difícil dizer que a disfunção erétil pode ser totalmente curada, é um problema que pode ser tratado com eficiência. Existem um número de processos alternativos, como medicamentos e outros tratamentos que podem em muito ajudar um homem a responder com sucesso ao estímulo sexual.

Quais são as causas da disfunção erétil?

Qualquer doença ou ferimento que interfere com a sequência de eventos necessários para a criação de uma erecção podem causar a disfunção erétil. Os problemas mais frequentes são aqueles que afectam a circulação sanguínea do pénis durante o estímulo sexual. Existem também várias condições médicas que estão associadas com a disfunção erétil. Estas incluem doenças cardiovasculares, pressão sanguínea alta e diabetes.

Os medicamentos podem causar disfunção erétil?

Os medicamentos tomados para uma variedade de problemas de saúde podem ter efeitos secundários que causam a disfunção erétil. Estudos recentes mostraram que mais de 200 tipos diferentes de fármacos causam um efeito negativo nas capacidades de erecção. Os medicamentos utilizados para tratar a pressão sanguínea alta, problemas de coração, alergias, depressão, ansiedade, doenças de foro alimentar e úlceras demonstraram estes efeitos.

Quando toma medicamentos de qualquer tipo é importante seguir os conselhos do seu médico ou farmacêutico e esclarecer quaisquer dúvidas com o próprio. Na maioria dos casos existem medicamentos alternativos, que o seu médico pode aconselhar.

O que se pode fazer para prevenir a disfunção erétil?

Muitas vezes a disfunção erétil está associada a certos factores de risco, como fumar, ser obeso ou ao excesso de bebidas alcoólicas. A redução ou eliminação de qualquer um destes factores de risco vai reduzir a probabilidade de disfunção erétil, enquanto também lhe proporciona um estilo de vida mais saudável. É importante falar com o seu médico sobre os medicamentos e fármacos que está a tomar para diminuir o risco de disfunção erétil.

Caso tenha alguma dúvida sobre a disfunção erétil que não está no site, não hesite em deixar um comentário com a sua pergunta.

Numa altura ou outra a maioria dos homens tem disfunção erétil, mas quando o problema se torna persistente e ocorre e quase 50% das vezes, ou quando se torna numa grande preocupação para o homem ou para a parceira, deve ser procurada ajuda medica e um tratamento. Muitas vezes é uma disfunção erétil psicológica e requer um tratamento diferente da disfunção erétil física.

A disfunção erétil pode ser causada por outros problemas médicos que interferem com a aptidão física de conseguir uma erecção. Alguns medicamentos utilizados no tratamento da pressão sanguínea, alergias, doenças cardíacas, depressão, ansiedade, distúrbios alimentares e úlceras podem dar origem à disfunção erétil. Para os homens que sofrem de disfunção erétil psicológica pode ser necessária terapia. Ler mais…

A disfunção erétil é a impossibilidade de um homem conseguir ou manter uma erecção satisfatória e suficientemente longa para uma relação sexual. A disfunção erétil pode afectar homens de todas idades a qualquer altura e pode ser experienciado por todos os homens, independentemente das suas preferências sexuais, estando solteiro ou comprometido. Apesar da disfunção erétil ser um grande problema para os homens, ela tem solução e tratamentos. Com os tratamentos disponíveis a 98% dos casos de disfunção erétil são tratáveis.

Em termos médicos existem dois tipos de disfunção erétil, a primária e a secundária. A disfunção erétil primária é a menos comum e acontece em cerca de 10% dos homens com disfunção erétil. A disfunção erétil primária é aquela que acontece nos homens que nunca conseguiram ter ou suster uma erecção para poder ter relações sexuais. A disfunção erétil secundária é a qual com que a maioria dos homens sofrem, antes eram capazes de ter relações mas agora é que tem problemas de erecção. Ler mais…

Factos do Viagra

04/08/08

O viagra foi a primeiro tratamento farmacêutico para a disfunção erétil ou impotência masculina. Antes da sua introdução no mercado, ninguém tinha ideia sobre o tratamento de problemas de erecção. Os homens estava habituados a aceitar os problemas de erecção como parte do processo de envelhecimento e nunca questionaram se era uma ocorrência comum, mesmo sendo uma doença. Quando o viagra foi introduzido, os homens chegaram à conclusão que pela primeira vez, a disfunção erétil e impotência masculina eram condições com tratamento.

O viagra é um comprimido oral para o tratamento da disfunção erétil. Os problemas de erecção podem ser definidos como problemas em conseguir e ou manter uma erecção suficiente para uma relação sexual. Em testes clínicos, mais de 80% dos homens melhorou as suas erecções com este medicamento para tratamento da disfunção erétil. O viagra ajuda os homens a conseguir erecções mais fortes durante períodos mais longos, o que é importante para que os dois parceiros tenham uma experiencia sexual satisfatória. Ler mais…

Copyright © 2003-2009 Como tratar a disfunção erétil

-->